Beja SIPR 5fcbbTRIBUNA PÚBLICA REÚNE CENTENA DE TRABALHADORES E DIRIGENTES SINDICAIS

Esta iniciativa em defesa dos Serviços Públicos, realizada nesta sexta-feira (dia 21), foi promovida pela Direcção Regional do STAL e a Comissão Sindical da Câmara Municipal de Beja, com a participação de mais de 120 trabalhadores e dirigentes sindicais.

Há muito que o STAL alerta para as gravosas implicações que a decisão da Câmara Municipal de Beja acarreta para a população e para os trabalhadores, como a realidade se tem encarregado de demonstrar.

A privatização dos serviços essenciais – como sucedeu em vários sectores, como os da água, recolha e tratamento de resíduos, e limpeza urbana – tem levado ao aumento das tarifas e à queda da qualidade dos serviços prestados, prejudicando, assim, as populações e criando desigualdades sociais.

Além disso, a procura pelo lucro tem conduzido as empresas concessionárias a reduzir custos, com as inevitáveis consequências negativas para os direitos dos trabalhadores, como o desinvestimento das condições laborais, nomeadamente em matéria de saúde e segurança nos locais de trabalho.

O STAL reafirma que a opção política do executivo municipal de Beja, ao optar pela privatização de serviços essenciais às populações, vai ao arrepio dos valores e conquistas da Revolução de Abril, que permitiram o acesso a um conjunto muito significativo de bens e serviços essenciais, e contribui para a ofensiva contra o reforço dos Serviços Públicos de qualidade e das Funções Sociais do Estado.

Pin It