STAL participou activamente na Semana de luta da CGTP

VamosLuta f6cd5O STAL participou activamente na Semana de luta da CGTP-IN, realizada entre 22 e 26 de Junho, convocada sob o lema «Vamos à luta! – Defender a saúde e os direitos dos trabalhadores!», que teve como objectivos denunciar os atropelos aos direitos laborais, apresentar propostas e exigir a resolução dos graves problemas com que os trabalhadores se debatem.

Das várias acções levadas a cabo, salienta-se a concentração de trabalhadores do grupo EGF/Mota-Engil, junto à sede da empresa, dia 23, realizada conjuntamente com a Fiequimetal, e que contou com a participação de trabalhadores das várias empresas da EGF, de dirigentes e activistas sindicais em defesa do aumento dos salários, das condições de trabalho e da contratação colectiva.

Ler mais...

Trabalhadores da ECALMA/WEMOB com salários em atraso

DSCF0938 da980CONCENTRAÇÃO, 2 DE JULHO, 11 HORAS, AVENIDA 25 ABRIL, ALMADA

Os trabalhadores da ECALMA/WEMOB não receberam, até ao momento, o seu último salário, o executivo municipal, accionista da empresa, não esclareceu as razões do atraso nem indicou data para a resolução do problema, vão estar concentrados, em protesto, no dia 2 de Julho, pelas 11 horas, na Avenida 25 de Abril, em Almada

A comissão sindical do STAL considera a situação uma «inadmissível violação de direitos basilares dos trabalhadores» e não compreende a atitude do Executivo da Câmara Municipal de Almada que «continua em silêncio num assunto demasiado grave.»

Ler mais...

Plenário da Frente Comum à porta do Ministério da Modernização do Estado e Administração Pública

IMG 20200625 153311 edit e90a4CARREIRAS, SALÁRIOS E CONTRATAÇÃO DE TRABALHADORES:
VALORIZAR OS SERVIÇOS PÚBLICOS E AS FUNÇÕES SOCIAIS DO ESTADO!

Dirigentes, Delegados e Activistas Sindicais, da Frente Comum, reunidos em Plenário, no dia 25, em Lisboa, junto ao Ministério da Modernização do Estado e Administração Pública, reafirmaram as principais reivindicações dos trabalhadores: Aumentos salariais justos para todos os trabalhadores; Urgente valorização das carreiras; Defesa e reforço das funções sociais do Estado e dos serviços públicos.

A Frente Comum exige que o governo respeite os milhares de trabalhadores da Saúde à Escola Pública, dos Resíduos Sólidos às Finanças, das Forças de Segurança à Segurança Social, das Inspecções à Cultura, das Autarquias ao Estado Central, que respondem, todos os dias, às necessidades de milhões de pessoas.

Ver fotos
Ver resolução

Ler mais...

Defender a saúde e os direitos dos trabalhadores

IMG 20200625 085109 web min af36bPROTESTO JUNTO À CÂMARA DE SANTIAGO DO CACÉM

A Comissão Sindical do STAL nas autarquias de Santiago do Cacém, realizou hoje, 25, uma concentração junto à Câmara Municipal de Santiago do Cacém, a exigir condições de trabalho, garantia dos direitos, aumentos salariais e a atribuição do Suplemento de Insalubridade Penosidade e Risco.

Ler mais...

Trabalhadores da EGF protestaram hoje à porta da empresa

IMG 20200623 104926 658 eb de2bfTrabalhadores, dirigentes e delegados sindicais, protestaram hoje, na sede da EGF, em Linda-a-Velha, a exigir o cumprimento do direito constitucional à contratação colectiva e o início do processo negocial do contrato colectivo de trabalho.

O protesto convocado pelo STAL e pela FIEQUIMETAL, exige ainda o aumento dos salários, a valorização das carreiras e a melhoria das condições de trabalho, destes trabalhadores, que desempenham funções essenciais às populações.

Ver fotos

Ver resolução

Em luta pelo aumento de salários e melhoria das condições de trabalho

200615 CartazConcentracaoEGF 23Junho edited 220cdTRABALHADORES DAS EMPRESAS DO GRUPO EGF MANIFESTAM-SE DIA 23

Os trabalhadores do grupo EGF, cuja actividade se concentra na área da recolha e tratamento de resíduos urbanos, vão concentrar-se na próxima terça-feira, 23, pelas 10.30 horas, junto à sede da empresa-mãe, em Linda-a-Velha, no concelho de Oeiras.

A acção tem como objectivo exigir a abertura de negociações sobre o aumento dos salários e de outras prestações pecuniárias, com vista à reposição do poder de compra perdido nos últimos anos.

Ler mais...

O STAL irá participar na reunião do executivo da EPSU a 10 e 11 de Junho

epsu fed99A pandemia COVID-19 tornou mais visíveis as gritantes desigualdades e injustiças à escala mundial, as consequências da privatização, do desmantelamento ou ausência de serviços públicos de saúde em inúmeros países, contrárias à resposta sanitária e a critérios de valoração da vida humana, em função do seu valor intrínseco, mostrando o que significa a solidariedade para os neoliberais e seus parentes, eles que estão sempre dispostos a afirmar o respeito absoluto pelos direitos humanos e pela liberdade individual. Mergulhada na crise, e perante as diferenciadas consequências do surto epidémico em cada um dos seus 27 membros, a União Europeia tem vindo a revelar a sua natureza de classe.

Em vez da resposta solidária e cooperação que se exigiria, a União Europeia tem tido uma postura que se tem pautado pela ausência de soluções adequadas à dimensão dos problemas, prevalecendo os interesses das principais potências e os interesses dos grandes grupos económicos e financeiros, preocupados que estão em manter o seu domínio no período pós-pandémico.

Ler mais...

STAL-Informa

Subscreva aqui a Newsletter e receba regularmente informação do STAL.

Partilhe connosco as suas preocupações

Se o trabalho é penoso, o suplemento é imperioso!

suplemento 8cab0

Proposta de suplemento
Petição

CONCENTRAÇÃO NACIONAL DA ADMINISTRAÇÃO LOCAL
20 de Março de 2019

VER FOTOS
VER VÍDEOS

Luta vitoriosa das 35 horas

Selo35H novo

PilhaLivrosnet 773a6

Propaganda

160715 Cartaz CampanhaPrecariedade low 10d14

Cartaz Campanha Sindicalizacao

131118 campanhacontraprivatizaoresduos

campanha agua

AvaliacaoDesempenho 01 2f41f