Luta pelas 35 horas vai intensificar-se

Protesto4Dezembro4 web STAL PROMOVE CONCENTRAÇÃO E DESFILE EM 4 DE DEZEMBRO

Milhares de trabalhadores participaram nas greves, paralisações, concentrações e manifestações realizadas em locais de trabalho da Administração Local de 43 concelhos no País, no âmbito do «Dia Nacional de Indignação, Acção e Luta» convocado pela CGTP-IN.

Ver

Governo reduz povo à miséria

141111 COM19 OE2015 thumbweb OE PARA 2015 MANTÉM CORTES SALARIAIS, REDUZ EMPREGO, AGRAVA IMPOSTOS E DESIGUALDADES E APROFUNDA CRISE ECONÓMICA

O Orçamento do Estado para o próximo ano prossegue a política de empobrecimento generalizado do povo e do país, penalizando com maior violência os trabalhadores da Administração Pública e, em particular, da Administração Local.

Ver

Forte participação dos trabalhadores nas acções convocadas pelo STAL

DIA NACIONAL DE INDIGNAÇÃO, ACÇÃO E LUTA

Por todo o país, milhares de trabalhadores da administração local estão hoje em protesto. A sua forte participação nas jornadas de luta convocadas pelo STAL é reveladora do descontentamento, revolta e predisposição para a luta em defesa do futuro do país, da autonomia do poder local, do direito à contratação colectiva e pelo horário de trabalho de 35 horas semanais e 7 diárias.

Ver

Defender as 35 horas repudiar a intrusão do Governo

141107 DirecaoNacional webSTAL MARCA GREVES, MANIFESTAÇÕES, PLENÁRIOS E CONCENTRAÇÕES PARA JORNADA DE DIA 13

A Comissão Executiva do STAL, hoje reunida, decidiu realizar um vasto conjunto de acções, integradas no «Dia nacional de indignação, acção e luta», convocado pela CGTP-IN para a próxima quinta-feira, 13.

Ver

Bloqueio dos ACEP «é inaceitável num Estado democrático»

FEDERAÇÃO DE SINDICATOS EUROPEUS DE SERVIÇOS PÚBLICOS CONDENA GOVERNO PORTUGUÊS

A Comissão Executiva da Federação Sindical Europeia de Serviços Públicos, reunida no passado dia 4, em Bruxelas, exigiu a publicação imediata dos acordos negociados entre as autarquias portuguesas e os sindicatos e qualificou de «inaceitável» «num Estado democrático» o bloqueio imposto pelo Governo.

Ver

Luta em Arganil continua

Os trabalhadores do Município de Arganil respondem novamente com luta ao impasse nas negociações com o Município, tendo iniciado na passada segunda-feira, dia 3 de Outubro, uma greve à ultima hora de cada jornada de trabalho.
Frente à autarquia em plenário no decorrer da hora de greve, aprovou-se uma resolução que foi entregue à secretária do Sr. Presidente da Câmara.

Ver

Selo35h-publiquemja


ACEP assinados

Câmaras   Freguesias   Serviços Municipalizados   Outros

  • Cartazes
  • Comunicados

Capa Seminario sobre Igualdade de G nero Documentos e interven es

 

Jornal

 

 

131212 CampanhaResiduos-ImagemPeticao-net

131125 Cartaz Sindicalizacao-web

campanha agua

Newsletter